Coreanos: os novos japoneses.

Esperava nunca ter um carro desses.

Os carros coreanos deixaram de ser piada, para serem elogiados e invejados pela concorrência ocidental.

Por Eder Kambara.

Há apenas uma década, quando pensávamos em carros coreanos, logo nos vinha à mente aqueles carrinhos fracos, de baixa qualidade, nos levando ao ponto de compará-los a brinquedinhos descartáveis de plástico. E, de fato, os carros coreanos eram um verdadeiro lixo sobre rodas. Motivo de chacota entre os amigos, opção barata e derradeira dos desesperados. Os pequenos automóveis advindos da Coréia do Sul possuíam “fama fenomenal”.

Porém, o cenário mudou. A indústria automobilística coreana cresceu, evoluiu, aprendeu com os erros e começou a acertar. Primeiro, iniciou a conquistar o mercado norte-americano, a partir do começo do século XXI, com seus SUVs e sedans médios. Depois, a Europa. E agora, mais recentemente, começou a conquistar o Brasil.

Várias marcas, como Hyundai, Kia e Ssangyong, deixaram de ser fabricantes de brinquedos para serem respeitáveis montadoras de ótimos carros. Mas o destaque maior vai para a Hyundai e Kia, mormente pelos seus desempenhos conquistados em nosso querido país.

Folheando as páginas da Revista Veja, você constatará os informes publicitários das marcas, exaltando suas brilhantes conquistas no mundo e no Brasil: prêmios de qualidade, certificações máximas em segurança, números de vendas… tudo verdade

Pois esse é o fato corrente. Os coreanos são os novos japoneses, pois fabricam produtos de qualidade a preço justo. É como se uma filosofia oriental inteligente permeasse os meandros da indústria asiática (com ressalvas à China que hoje são os coreanos ontem).

A certificação da CAOA como a melhor distribuidora Hyundai do mundo inteiro simplesmente respalda e consolida a conquista do mercado brasileiro pela montadora, que fabrica os ovacionados Tucson, Santa Fe, Veracruz e Azera, este que, em poucos meses de lançamento, já é líder do segmento.

A Kia, irmã da Hyundai, não poderia ter sucesso distinto. Vendeu em cinco meses o que vendera em todo o ano passado. Créditos ao simpático e completo Picanto e ao famoso Sportage.

Por mais que algumas pessoas ainda torçam o nariz para os carros coreanos, uma coisa elas não poderão negar: estão torcendo o nariz à toa.

Luxo de Mercedes-Benz. E com qualidade.

Como os japoneses, que os carros coreanos sirvam de ensino às montadoras americanas e européias, que ainda insistem em fabricar carros inferiores, sem qualidade, a preços nada honestos.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Licença Creative Commons
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.