Beabá do mercado de hatchbacks brasileiro

Por Eder Kambara.

Os hatches são os carros que mais fazem sucesso por aqui, em razão de serem mais baratos do que seus pares sedans, minivans ou peruas. Começaremos em ordem de grau, do mais simples (barato) ao mais complexo (caro). Levaremos em conta, desta vez, somente o mercado brasileiro.

Hatches Compactos Populares (HCPop)

Os carros dessa categoria já tiveram tempos áureos no passado. Mas seus projetos obsoletos lhe garantem sobrevida, nos dias de hoje, por possuírem preços baixos e custos de manutenção acessíveis. São hatches pequenos, mal-equipados, mas robustos e velhos conhecidos dos consumidores. São os campeões de vendas. Exemplos: Fiat Mille, Ford Ka, Chevrolet Celta, Volkswagen Gol G4. Foca-se para frotistas.

Hatches Compactos (HC)

Essa categoria está um pouco acima da HCPop. Integram esse nicho carros compactos com um razoável nível de tecnologia, conforto e equipamentos. Seus projetos são atuais, porém, não são a vanguarda da indústria, e ainda estão em descompasso com os similares de primeiro mundo. Os preços ainda são acessíveis, porém, podem elevar-se além da conta, à medida em que se opta por equipamentos adicionais. ABS e duplo airbag já são dispositivos possíveis de serem adquiridos. Categoria que foca-se a pequenas famílias. Integrantes: Chevrolet Agile, Chevrolet Corsa, Fiat Palio, Fiat Uno (novo), Ford Fiesta, Kia Picanto, Renault Clio, Renault Sandero, Volkswagen Gol G5, Volkswagen Fox.

Hatches Compactos Aventureiros (HCA)

São carros compactos com suspensão elevada e visual mais robusto, dando ares de utilitário esportivo. Porém, seu uso é urbano. Integrantes: Citroën C3 XTR, Ford Fiesta Trail, Renault Sandero Stepway, Volkswagen CrossFox.

Hatches Compactos Premium (HCPre)

Os carros dessa categoria ainda mantém dimensões diminutas, porém, possuem conteúdo bem superior, comparável aos dos carros médios. Oferecem todos os itens de conforto e segurança de carros de categorias superiores, por preços razoáveis. Os projetos são mais refinados, porém, estão em desvantagem, se comparados com seus pares do hemisfério norte. Integrantes: Citroën C3, Fiat Punto, Peugeot 207, Volkswagen Polo.

Hatches Médios (HM)

Status é a palavra que permeia este nicho de mercado. Os veículos a ele pertencentes possuem dimensões maiores, e o refinamento mecânico é apurado. Ainda não há sintonia unânime com os pares de primeiro mundo, mas itens de conforto e segurança são coisas obrigatórias para agradar os seus compradores. Integrantes: Chevrolet Astra, Chevrolet Vectra GT, Citroën C4 Hatch, Fiat Stilo, Ford Focus Hatch, Hyundai i30, Nissan Tiida, Peugeot 307, Subaru Impreza Hatch, Volkswagen Golf.

Hatches de Nicho (HN)

A categoria não prima por volume de vendas, e sim na boa impressão que causam à marca como um todo. São carros diminutos que agregam estilo exclusivo com refinamento mecânico, itens de segurança e sofisticação. Integrantes: Fiat Cinquecento, Mini Cooper, Smart ForTwo, Suzuki SX4.

Hatches de Luxo (HL)

É a categoria máxima de hatches. Além de equipamentos de segurança e conforto, os carros desse nicho possuem acabamento luxuoso, motores refinados e exclusividade. A esmagadora maioria é importada. Integrantes: Audi A3, BMW Série 1, Mercedes-Benz CLC, Volvo C30.

Agora, é só escolher o seu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  • Licença Creative Commons